Midia MS Midia MS - O seu jornal em Mato Grosso do Sul

  • face
  • twitter
Campo Grande - Sábado, 23/08/2014 - 05h25

Notícias

Compartilhe:
Imprimir

Anderson Silva disputa cinturão contra Chris Weidman neste sábado

Weidman têm 29 anos e só nove lutas no cartel

06/07/2013 às 07:54
Folha de São Paulo / A. Colman

Durante a pesagem do UFC 162 Anderson Silva e Chris Weidman trocaram um
Durante a pesagem do UFC 162 Anderson Silva e Chris Weidman trocaram um "beijo" e fizeram provocações
Foto: Getty Images

Na noite deste sábado (6) o brasileiro Anderson Silva luta em Las Vegas e coloca em jogo o cinturão dos médios do UFC contra Chris Weidman. O americano planeja replicar o feito do boxeador Leon Spinks que, em 78, com sete lutas no cartel, tomou o título de Muhammad Ali, ídolo do brasileiro.

O campeão, Anderson, 38 anos, tem 33 vitórias e quatro derrotas. Está invicto no UFC com 17 vitórias. É considerado o melhor lutador de MMA. Não é segredo que Anderson tem Ali como ídolo e chega a assistir teipes do americano antes de seus combates e até assimila algumas das técnicas do norte-americano.

Weidman, 29 anos, tem nove lutas no cartel, fato salientado por Anderson, quando comentou antes de a luta ser oficializada que "Weidman ainda precisa fazer sua história".

Apesar da pouca experiência, uma série de resultados inesperados pôs Weidman frente a frente com Anderson. O favorito para receber a oportunidade para pegar Anderson até o início do ano era o inglês Michael Bisping. Bastaria para isso bater Vitor Belfort, mas perdeu para o brasileiro no UFC de São Paulo.

O ex-campeão Rashad Evans também foi sondado, ele desceria de peso para pegar Anderson, mas uma derrota para Rogério "Minotouro" o tirou do caminho do campeão dos pesos médios.

Esse cenário ajudou o invicto Weidman, que tem histórico e títulos na luta greco-romana e jiu-jítsu, a galgar posições, chegar a primeiro do ranking dos médios do UFC e ganhar a sua chance.

Dana White, presidente do UFC, e Joe Silva, responsável por organizar os combates, consideraram, além do potencial de cada atleta, o histórico dos lutadores, número de vitórias e qualidade dos desafiantes vencidos, para oferecer-lhes contratos.

"Weidman tem um histórico na luta greco-romana e no jiu-jítsu, merecia a oportunidade", afirma Rogério Camões, preparador físico de Anderson.

Confra o card do UFC 162

Anderson Silva (83,4 kg) x Chris Weidman (83,9 kg)

Frankie Edgar (65,3 kg)x Charles Do Bronx (66,2 kg)

Tim Kennedy (84,4 kg) x Roger Gracie (84,4 kg)

Mark Muñoz (83,4 kg) x Tim Boetsch (84,4 kg)

Dennis Siver (65,8 kg) x Cub Swanson (65,3 kg)

Chris Leben (84,4 kg) x Andrew Craig (84,4 kg)

Kazuki Tokudome (70,3 kg) x Norman Parke (70,8 kg)

Dave Herman (109, 8 kg) x Gabriel Napão (118,8 kg)

Edson Barboza (70,3 kg) x Rafaello Oliveira (70,3 kg)

Seth Baczynski (77,1 kg) x Brian Melancon (77,1 kg)

Mike Pierce (77,6 kg) x David Mitchell (77,6 kg)


Comente


Facebook

Twitter

Copyright © Todos os direios reservados a Mídia MS 2012 Gestão Ativa Soluções Web

#